Logo 2020.png
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
 
São Paulo
Bot%2525C3%252583%2525C2%2525A3o_Voltar_

Campos do Jordão

 

Economia



A economia de Campos do Jordão baseia-se no turismo, na indústria de confecção de malhas e de chocolate, no artesanato e na exploração de água mineral.



Turismo



O Turismo constitui a maior fonte de renda do Município. Sua privilegiada localização, a uma distância relativamente pequena de três grandes capitais - São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, garante-lhe uma frequência apreciável de visitantes.

O turismo é também o maior responsável pelo desenvolvimento de Campos do Jordão em seus mais variados setores. Por isso, uma das principais metas de governo municipal tem sido incentivar a criação de novos espaços e promover eventos que fortaleçam, ainda mais, a base da economia local.



Comércio



O comércio jordanense se desenvolveu à margem e ao longo dos trilhos da Estação Ferroviária de Campos do Jordão. A Vila Abernéssia deteve a hegemonia do comércio jordanense, arrebatada à Vila Jaguaribe, passando a localizar-se na antiga Vila Nova, não somente o pólo comercial, como também o centro cívico e o administrativo de Campos de Jordão.

Atualmente o principal centro comercial de Campos do Jordão é a Vila Capivari, que recebe anualmente em suas sofisticadas lojas a visita de milhões de turistas.

A Vila Abernéssia continua sendo o local onde estão concentrados bancos, supermercados, lojas, escritórios, o mercado municipal, empresas de serviço público, hospitais, escolas, centros médicos e odontológicos.


Indústria



Basicamente, a indústria jordanense lastreia-se, no turismo, atividade diversificado, complexa e polivalente.

É a indústria de paz, sem chaminés. Os seus com a inauguração da Estação Ferroviária de Campos do Jordão, a partir de 1914.

Anteriormente, o turismo era praticado, timidamente, dado que as vias de comunicação até então eram precárias.

Na década dos anos 20, surge a indústria da construção civil, que adquire grande expressão econômica.

A indústria hoteleira é uma das melhores do país, decorrente do fluxo turístico e da demanda espantosa de veranistas e visitantes à Campos do Jordão, uns em busca de recreação, outros de repouso.

Com o desenvolvimento turístico de Campos do Jordão, iniciou-se o crescimento célebre de inúmeras e pequenas indústrias artesanais de "souvenirs" e lembranças para venda aos turistas, além da fabricação de excelentes doces e geléias em compotas, em escala industrial.

Com grande êxito e aceitação no mercado, a partir dos anos 70, iniciou-se a fabricação de chocolates, da mais alta qualidade.

Outra indústria que adquiriu forças a partir dos anos 60, foi a de malharia, que encontrou grande mercado internos nos grandes centros, os quais absorvem atualmente grande parte da produção industrial.

O forte desenvolvimento da indústria jordanense de malhas, de alta qualidade, fez criar a I FEIMAR - Feira de Malharia e Artesanato, a partir de 1973. A malharia de Campos do Jordão é famosa em todo o país, pela sua alta qualidade, já ganhando até o mercado internacional.

Agricultura



O município registra 60% de solo tipo Campos do Jordão e 40% do tipo Massapé-Salmorão.

O primeiro é de baixa fertilidade, permitindo agricultura onerosa, exceto nas partes baixas, o segundo, é de boa fertilidade. Daí resulta uma atividade agrícola, não muito satisfatória.

Na paisagem rural, verifica-se que a principal atividade é a fruticultura e silvicultura, esta última ocupando 60% da área do município.

Os principais produtos de Campos do Jordão constituem-se de flores e folhagens, pêssegos, ameixas, nectarinas, castanhas, framboesas, amoras e hortaliças.

Pecuária



Verifica-se que parte do município abriga pastagens naturais e outras artificiais, embora existam também campos pobres e alguma floresta nativa, remanescente da Mata Atlântica.

O sistema é extensivo com gado solto, exigindo pouca assistência. Os rebanhos mais importantes são formados por bovinos, eqüinos, muares e suínos.

Truticultura



As duzentas mil trutas lançadas nos rios de Campos do Jordão em 1966, se reproduziram bem e são hoje uma atração para pescadores de todas as regiões. A truta arco-íris conseguiu se adaptar bem aos rios jordanenses, tornando-se mais resistente e adaptada ao clima e às águas com menor teor de oxigênio (em comparação aos rios da América do Norte, de onde se origina). Em um ano, ela atinge 30cm de comprimento e 250g, e já pode ser pescada.

A truta nada com rapidez, sendo difícil a sua captura. Ela nunca volta a morder a isca no local do primeiro lanço. Quando fisgada, briga muito.

Pioneiro na criação de trutas arco-íris no Brasil, Kyoshi Koike lançou o primeiro dos duzentos empreendimentos do gênero hoje existentes no pais: o pesqueiro Truta Azul. Nos três lagos formados para a pesca recreativa, a fartura do peixe garante o sucesso da pesca.

A Truticultura da Cachoeirinha fica a 12 km de Capivari. Em um belo sítio arborizado, um riacho corre por entre os tanques de criação. A pesca pode ser feita nos tanques, ou no próprio ribeirão, o que dá um toque todo especial ao difícil esporte de fisgar uma truta.

O Pesca na Montanha possui uma represa de 20.000 metros quadrados situada em meio a uma natureza exuberante. Ele utiliza o sistema "catch-and-release" e fornece todo o material necessário para a pesca e para o acondicionamento dos peixes.



O CLIMA DE CAMPOS DO JORDÃO



Da análise dos dados referentes às temperaturas no período de 1965 a 1974, pode-se afirmar que o clima de montanha de Campos do Jordão é do tipo tropical temperado, não apresentando nebulosidade úmida, ventos constantes ou chuvas excessivas. 

Em razão da grande redução da cobertura vegetal da região, sobretudo nas encostas entre Monteiro Lobato e Campos do Jordão, que, no passado, foram revestidas integralmente de matas, e que hoje, ao contrário, apresentam 9% de campos, operaram-se modificações no clima, no sentido correspondente, ou seja, para um clima mesotérmico com verões brandos. Este tipo de clima foi, pouco a pouco, ascendendo as encostas da Mantiqueira, culminando por imperar em toda a região.

A alteração, nociva para a agricultura, no entanto revelou-se francamente benéfica nas áreas de tratamento de doenças pulmonares, onde se torna necessário o clima frio e seco. 

O clima de Campos do Jordão, comparado à região alpina de Davos Platz na Suíça, acusou supremacia nos graus de nebulosidade, nas taxas de insolação, oscilações térmicas e nos índices de precipitação pluviométrica.

A nebulosidade média em Davos Platz era de cerca de 6% mais elevada. No que tange aos dias claros, as pesquisas deram 52% de dias claros para Campos do Jordão, enquanto que em Davos Platz verificou-se apenas 41%.

As diferenças de temperaturas médias do mês mais quente para o mês mais frio, não foram além de 8ºC em Campos do Jordão, ao contrário daquela cidade Suíça, em que as diferenças chegaram a 20ºC.

O teor de oxigenação e ozônio de Campos do Jordão foi considerado superior ao de Chamonix, famosa estância francesa, pela pureza de seu ar, a 2.800 m de altitude. 

No Congresso de Climatologia, realizado em Paris, em 1957, o clima de Campos do Jordão foi considerado o melhor do mundo.

 

FAUNA E RIOS



As peculiaridades climáticas da região não autorizam a existência de uma fauna específica em Campos do Jordão.

No que tange à fauna aquática, apenas uma espécie merece referência, o pequeno lambari, e, por isso, o Instituto de Pesca desenvolveu um trabalho de pesquisa, que introduziu nos rios da região a "truta arco-íris", procedente da América do Norte.

O pastoreio extensivo é uma prática comum e tem permitido a abertura de trilhas, formadas pelo gado, que favorecem a reprodução e locomoção de algumas populações como as das perdizes e codornas, que são dependentes de habitats com vegetação baixa e pouco densa.
As seguintes espécies podem ser encontradas nas matas:

Mamíferos: bugio, caitetu, cotia, coati, macaco-prego, mono, onça suçuarana, queixada, saá, etc.

Aves: Azulão, bicudo, bigodinho, bitro, caburé, canário fogo, caçaroba, cuiu, curió, várias espécies de sabiás, urutagria, etc.

As seguintes espécies podem ser encontradas nos campos:

Mamíferos: esquilo, tatu, capivara



Fonte: www.camposdojordao.sp.gov.br

Empresas parceiras que colaboraram para a realização do destino: Campos do Jordão

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

Aventuras no Rancho.jpg

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

Safari.jpg

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

Villa Gourmet.jpg

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

Gato Gordo.jpg

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

BadenBaden.jpg

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

beto-perroy-logo-33EEE61461-seeklogo.com

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

Mercearia.jpg

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

Agradecimentos:

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.